The Order: 1886 – Vale a pena jogar?

21 de fevereiro de 2015

Nesta nova coluna da SuperGamePlay tentaremos responder de forma rápida e objetiva uma das principais questões do mundo dos games: tal jogo, vale a pena? Como investir tempo e dinheiro em um game hoje em dia não é uma tarefa fácil, utilizamos este espaço para te passar informações rápidas e relevantes sobre o game e também a nossa singela opinião.

Desenvolvedora Produtora Plataformas Gênero Legendas/Dublagem BR
Ready at Dawn Sony PlayStation 4 Ação, Aventura SIM

Pontos positivos:

  • Melhores gráficos até então na nova geração;
  • Extremo cuidado a detalhes visuais, de som e ambientação;
  • Transição entre cenas e gameplay imperceptível;
  • Loadings praticamente inexistentes;
  • Universo criado é diferente e interessante;
  • Roteiro e personagens bem desenvolvidos;
  • Praticamente zero de bugs;

Pontos negativos:

  • Uso de quick time events pode não agradar a todos;
  • Final poderia ter sido de forma diferente e mais épico;
  • Sem fator replay, não há nada além da história;
  • Dependendo do jogador a duração pode ser muito curta;
  • Barras pretas na tela o tempo todo
  • Não há registro dos colecionáveis obtidos;

Características marcantes: cinematográfico, história, visual fantástico, quick time events, universo alternativo, era vitoriana, violência, colecionáveis, lobisomens

Jogos semelhantes: Heavy Rain, Beyond: Two Souls, alguns elementos de Uncharted e Gears of War

Vale a pena? SIM! Nossa nota: 8/10 Tempo Médio: 8 a 10 horas

The Order: 1886 utiliza de vários elementos já bem conhecidos de outros jogos, mas o faz com tamanho capricho que se torna uma referência nos elementos que utiliza. Enquanto amantes de jogos de mundo aberto não verão aqui nada de interessante, quem busca algo diferente e mais cinematográfico se sentirá recompensado com uma história intrigante e personagens muito bem desenvolvidos. Por trás dos melhores gráficos que já vimos em um console, o jogo oferece um gameplay sem bugs e fantástico universo e ambientação. Apesar de falhar em alguns momentos em relação ao uso dos quick time events, no fechamento conciso da história e de não oferecer nada a mais após seu término, o jogo é uma ótima experiência. The Order: 1886 representa o início de uma nova série que tem muito a amadurecer, mas que já conta com um fantástico universo criado tornando seu futuro muito promissor. Apesar de a moda atual ser de jogos de mundo aberto, deve haver espaço também para esse estilo de jogo focado em narrativa, principalmente quando tão caprichado. A Ready at Dawn criou algo que vai contra as tendências atuais e não deve ser mal vista por isso.

A SuperGamePlay é uma revista digital especializada em entretenimento eletrônico. Nossa equipe é fanática por games e trazemos conteúdo diário e em primeira mão, através de notícias, reportagens e opinião, não só dos jogos, mas também de seus talentosos criadores.