SuperClássico: Suspense e dinossauros no inesquecível Dino Crisis

22 de setembro de 2014

Hoje na coluna SuperClássico trazemos o excelente Dino Crisis, um clássico absoluto da grandiosa Capcom, lançado em 1999 para o PS One, quando a empresa era uma das maiores referências em jogos. O jogo seguia basicamente o mesmo estilo de Resident Evil, também da Capcom, e também foi criado por Shinji Mikami. No entanto, havia uma pequena, mas importante diferença entre os dois jogos: dinossauros. Para uma época em que crescemos assistindo Jurassic Park, não havia como não ficar completamente empolgado ao ver a união de Resident Evil com dinossauros.

Para os amantes por dinossauros, Dino Crisis era um prato cheio, e para quem gostava de Resident Evil então, não preciso nem falar. No game você controla a inesquecível ruiva e musa dos games, Regina, uma agente da unidade de resgate chamada de S.O.R.T., que deve, junto à sua equipe (Cooper, Gail e Rick), resgatar o cientista Edward Kirk, que estava presumidamente morto, quando o governo descobre que ele estava na verdade trabalhando em um projeto situado em um complexo numa ilha isolada, chamada Ibis. Chegando lá, a protagonista se depara com a existência de dinossauros na ilha, e passa a combater os seres, enquanto deve desvendar o que exatamente aconteceu.

DinoCrisisVelociraptor

O gameplay segue a mesma fórmula de sucesso utilizada em Resident Evil, incluindo os momentos de tensão e susto, a mesma forma de visão (câmera fixada em um ponto do cenário), e também com seus quebra-cabeças. Estes que inclusive exigiam conhecimento em inglês, já que em alguns era essencial ler documentos encontrados pelos cenários para poder destrancar uma porta, por exemplo. Na época, por não ter tal conhecimento, acabei jogando com amigos, o que ajudou a aproveitar ainda mais a experiência, por poder ir jogando e comentando enquanto revezava o controle (bons tempos quando amigos se juntavam no mesmo lugar pra jogar, não apenas online).

A trama de Dino Crisis era bem envolvente e divertida, com os mistérios sobre o desaparecimento do Dr. Kirk e aparição dos dinossauros sendo revelados aos poucos ao longo da história. Durante o jogo, é explicado que o doutor trabalhava no desenvolvimento de uma fonte de energia chamada “Third Energy”, esta que é capaz de transportar objetos e seres através do tempo, daí se explica a presença dos dinossauros. Dentre as espécies de dinossauros estavam o Velociraptor, Therizinosaurus, Pteranodon, Compsognathus e claro, o gigante T-Rex, que obviamente era o centro das atenções e estava presente nas cenas mais marcantes do game (quem não se lembra do gigante colocando a cabeça em uma pequena sala, enquanto Regina se espreme no canto da parede para atirar na boca do bicho). O game ainda contava com três finais, que eram definidos de acordo com as escolhas da personagem em vários pontos do game, onde normalmente havia a opção de ajudar os amigos ou continuar a missão. Qualquer um dos finais sempre colocava o T-Rex como desafio final.

dino_crisis_trex

O primeiro jogo posteriormente ganhou versões para PC e Dreamcast. A série Dino Crisis ainda continuou no PS One com outro ótimo jogo, Dino Crisis 2, lançado em 2000, e que trazia Regina de volta para mais uma aventura envolvendo a “Third Energy”. O segundo jogo também ganhou versão para o PC em 2002. Mas para infelizmente afundar a série, Dino Crisis 3 foi lançado para o Xbox original em 2003. O terceiro jogo se passava no espaço (sim, haviam dinossauros no espaço!), e foi muito criticado na época. Desde então, nenhum novo game da série foi lançado, para tristeza dos fãs.

Dino Crisis certamente foi um dos jogos mais importantes para meu desenvolvimento como gamer, portanto gostaria muito de poder revisitá-lo de forma atualizada, ou em um game inteiramente novo. Infelizmente, pouca esperança ainda permanece, já que a Capcom parece ter colocado a série no limbo. Em Fevereiro deste ano, um rumor surgiu sobre um possível remake do primeiro game da série, veja. Resta-nos apenas torcer, e esperar que a empresa ainda faça bom proveito dessa ótima série, pelo menos com remake do primeiro, o que já seria grandiosamente empolgante. Confira abaixo o vídeo inicial do game, que conta com computação gráfica e tem logo no início a morte do personagem Cooper, pelo T-Rex.

Redator da SuperGamePlay, se apaixonou por videogames na primeira vez que jogou Atari. Preza por uma boa história, é fanático por Metal Gear e está sempre em busca de bons jogos indies. Ama consoles, mas também não larga o PC. Tudo o que queria era mais tempo para terminar todos os jogos que gostaria.