Review – Minecraft: Story Mode – Episódio 3: The Last Place You Look

(Atenção, caso você não tenha jogado os episódios anteriores, este review terá alguns spoilers inevitáveis).

Após um segundo episódio medíocre, Minecraft: Story Mode parece dar lampejos de melhoria neste terceiro, chamado “The Last Place You Look”. Fui bastante crítico com relação aos dois primeiros capítulos do novo game da Telltale, principalmente por achar que o jogo é tedioso, monótono e mesmo sendo voltado ao público infantil, não tem apresentado cenas de ação competentes, diálogos com mais carisma, nem mesmo toda a diversão e humor tão presentes no universo de Minecraft. Porém, o que posso dizer deste terceiro capítulo é que, apesar de não resolver todos os problemas da série, apresenta muito potencial e nos mostra o que Minecraft: Story Mode realmente pode ser daqui para frente.

Critiquei o segundo capítulo por ser curto e apresentar seu conteúdo às pressas. The Last Place You Look tem o mesmo tempo de duração, mas consegue separar cada uma das cenas e situações muito bem, com ótimo balanceamento entre ação, diálogos e exploração. O que mostra que mesmo em 90 minutos, é possível apresentar um conteúdo competente e divertido, dando pequenos sinais de querer nos prender à tela. Quando digo “sinais” quero reforçar que este terceiro capítulo é um ótimo episódio e me dá esperança para o que está por vir, mas ao mesmo tempo, é prejudicado por todas as falhas da série até aqui. Se os episódios anteriores tivessem sido bons como este, estaríamos em uma situação bem melhor.

sgp_minecraft_story_mode_ep3_(1)

The Last Place You Look continua diretamente de onde Assembly Required termina e coloca Jesse e seus amigos em busca de Soren, outro membro da Order of the Stone, que pode ter a solução para salvar o mundo. O capítulo começa com uma cena de ação memorável, enquanto Jesse tenta salvar seus amigos de vários monstros. Diferente dos episódios anteriores, esta cena funciona muito bem pois faz ótimo uso da trilha sonora e da câmera lenta, além de nos dar a oportunidade de interagir várias vezes e tem duração suficiente (sem cortes grosseiros) para deixar qualquer um com um sorriso no rosto. Quando a cena terminou tive uma leve esperança de que o game que tanto critiquei, poderia realmente melhorar.

O episódio continua a desenrolar de forma inteligente, variando entre momentos de exploração, diálogos e mais ação. Outro ponto positivo é a ambientação que deve agradar muito os fãs de Minecraft. Além de bem montada, a localidade aonde grande parte do episódio acontece, é curiosa, diferente e temos tempo suficiente para explorá-la e apreciá-la. Durante todo o capítulo, a Telltale ainda traz algumas pitadas de humor que não estavam presentes nos episódios anteriores. Infelizmente este elemento ainda é muito pouco explorado, o que fica mais aparente se pensarmos no potencial humorístico do material que inspira o jogo, algo que tanto o público infantil quanto o adulto poderia aproveitar.

sgp_minecraft_story_mode_ep3_(7)

Os diálogos também dão um sinal de melhora, com frases um pouco mais inteligentes, mas este elemento infelizmente ainda é o ponto mais baixo da série. A maioria das conversas não tem muita inspiração nem propósito e também não dão ideia de qualquer consequência de escolhas que você tenha feito no passado. O máximo que pode ocorrer é algum personagem ficar “bravo” com você temporariamente, geralmente por um motivo bobo, mas logo tudo volta ao normal. Salvo a poucas escolhas que tinham impacto óbvio (como escolher quem você irá acompanhar, ou para qual lado investigar), The Last Place You Look ainda não dá nenhum indício de que suas escolhas anteriores importaram. Para mim, esta inabilidade em passar para o jogador o “peso das escolhas”, faz de Minecraft: Story Mode o trabalho mais fraco da Telltale até aqui.

Isto não quer dizer que o terceiro capítulo não tenha uma escolha importante. No final do episódio somos confrontados com uma decisão inicialmente boba, mas que acaba tendo consequências interessantes. Novamente um pequeno sinal de que a Telltale poderia estar voltando a forma. Uma pena que a consequência não tem tanto impacto no jogador, já que nenhum dos personagens foi bem desenvolvido o suficiente a ponto de nos preocuparmos com o mesmo. Esta cena derivada da sua escolha, que seria o ponto dramático do episódio e da série, acaba não causando nenhum impacto e o máximo que me fez sentir foi frustração, por termos tido um inicio tão fraco pra a série, que acabou prejudicando este ótimo capítulo.

  • Este review de Minecraft: Story Mode foi feito no PlayStation 4, com uma cópia do game enviada para nós pela Telltale.
  • Confira o nosso review do primeiro episódio “The Order of the Stone” e do segundo “Assembly Required”.
(Atenção, caso você não tenha jogado os episódios anteriores, este review terá alguns spoilers inevitáveis). Após um segundo episódio medíocre, Minecraft: Story Mode parece dar lampejos de melhoria neste terceiro, chamado "The Last Place You Look". Fui bastante crítico com relação aos dois primeiros capítulos do novo game da Telltale, principalmente por achar que o jogo é tedioso, monótono e mesmo sendo voltado ao público infantil, não tem apresentado cenas de ação competentes, diálogos com mais carisma, nem mesmo toda a diversão e humor tão presentes no universo de Minecraft. Porém, o que posso dizer deste terceiro capítulo é que, apesar de não resolver todos os problemas da série, apresenta muito potencial e nos mostra o que Minecraft: Story Mode realmente pode ser daqui para frente. Critiquei o segundo capítulo por ser curto e apresentar seu conteúdo às pressas. The Last Place You Look tem o mesmo tempo de duração, mas consegue separar cada uma das cenas e situações muito bem, com ótimo balanceamento entre ação, diálogos e exploração. O que mostra que mesmo em 90 minutos, é possível apresentar um conteúdo competente e divertido, dando pequenos sinais de querer nos prender à tela. Quando digo "sinais" quero reforçar que este terceiro capítulo é um ótimo episódio e me dá esperança para o que está por vir, mas ao mesmo tempo, é prejudicado por todas as falhas da série até aqui. Se os episódios anteriores tivessem sido bons como este, estaríamos em uma situação bem melhor. The Last Place You Look continua diretamente de onde Assembly Required termina e coloca Jesse e seus amigos em busca de Soren, outro membro da Order of the Stone, que pode ter a solução para salvar o mundo. O capítulo começa com uma cena de ação memorável, enquanto Jesse tenta salvar seus amigos de vários monstros. Diferente dos episódios anteriores, esta cena funciona muito bem pois faz ótimo uso da trilha sonora e da câmera lenta, além de nos dar a oportunidade de interagir várias vezes e tem duração suficiente (sem cortes grosseiros) para deixar qualquer um com um sorriso no rosto. Quando a cena terminou tive uma leve esperança de que o game que tanto critiquei, poderia realmente melhorar. O episódio continua a desenrolar de forma inteligente, variando entre momentos de exploração, diálogos e mais ação. Outro ponto positivo é a ambientação que deve agradar muito os fãs de Minecraft. Além de bem montada, a localidade aonde grande parte do episódio acontece, é curiosa, diferente e temos tempo suficiente para explorá-la e apreciá-la. Durante todo o capítulo, a Telltale ainda traz algumas pitadas de humor que não estavam presentes nos episódios anteriores. Infelizmente este elemento ainda é muito pouco explorado, o que fica mais aparente se pensarmos no potencial humorístico do material que inspira o jogo, algo que tanto o público infantil quanto o adulto poderia aproveitar. Os diálogos também dão um sinal de melhora, com frases um pouco mais inteligentes, mas este elemento infelizmente ainda é o ponto mais baixo da série. A maioria das conversas não tem…

7.5

Muito Bom

Veredito Final

Finalmente a Telltale volta à forma com um terceiro episódio inteligente, recheado de ação e que mesmo com curta duração, consegue balancear muito bem todos os seus elementos. Mesmo com uma cena inicial memorável e uma nova localidade que deve agradar (e muito) os fãs de Minecraft, The Last Place You Look é prejudicado pelo fraco início da série e também por continuar a contar com diálogos sem inspiração e que não dão nenhum sinal de propósito ou consequência. As decisões tomadas anteriormente não causam impactos inesperados e não dão indícios de terem sido importantes. A decisão no final do episódio, apesar de interessante, poderia ter funcionado muito melhor, caso os personagens tivessem sido mais bem desenvolvidos. A esperança é que a Telltale possa manter a qualidade deste capítulo para os próximos.

Nota
8

Co-fundador e editor da SuperGamePlay. Fanático por games, já quebrou diversos controles jogando Decatlhon no Atari e passou incontáveis horas soprando cartuchos de Super Nintendo. Hoje passa o tempo livre em meio a centenas de jogos, dos mais variados estilos e plataformas.