Relembre cinco ótimos jogos baseados na série Star Wars

4 de maio de 2015

O dia 4 de Maio é conhecido mundialmente como o dia de Star Wars (“May the 4th be with you”), um dia de comemoração à existência dessa fantástica franquia que marcou tanta gente e já recebeu ótimas obras em diversas mídias diferentes, e claro os games não ficam de fora dessa. Sendo assim, não poderíamos deixar de lado tal fato e resolvemos então relembrar cinco excelentes jogos baseados na famosa série de filmes. Sabemos que existem dezenas de bons jogos de Star Wars, porém selecionamos aqui os que mais nos marcaram e que nos proporcionaram ótimos momentos.

Star Wars: Empire at War (2006)

sgp_starwars_melhores_int5

A franquia Star Wars já recebeu diversos jogos de estratégia, mas nenhum chega perto da qualidade de Empire at War. Com o trabalho de talentosos desenvolvedores da série Command & Conquer, o game se passa entre o eventos dos episódios III e IV e narra a eterna batalha entre a Aliança Rebelde e o Império. A campanha se estende entre inúmeros planetas, aonde jogadores devem coletar recursos, pesquisar novas tecnologias e criar sistemas de defesa. Apesar destes serem elementos tradicionais do gênero, Empire at War ainda consegue se diferenciar trazendo combates terrestres e no espaço, controle de heróis como Leia, Han Solo e vilões como Darth Vader e até o Imperador. O game é obrigatório para fãs da franquia e também para todos que queiram experimentar um excelente e divertidíssimo RTS.

Star Wars: Battlefront (2004)

sgp_starwars_melhores_int4

Inspirado pela consolidada fórmula de tiro da série Battlefield, Star Wars: Battlefront coloca jogadores no papel das facções rivais tanto dos filmes originais quanto dos novos para se enfrentarem em grandes campos de batalha. Os jogadores são levados para batalhar em diversos planetas diferentes, como Kashyyyk e Geonosis, permitindo recriar os confrontos históricos dos filmes, seja do Império Galático contra a Aliança Rebelde, ou da República contra a Confederação dos Sistemas Independentes. Podendo escolher diferentes classes e optando por visão em primeira ou terceira pessoa, jogadores vão para a batalha com o auxílio de diversos veículos dos filmes, como o memorável AT-AT. Grandes heróis da franquia ainda aparecem por determinado tempo durante os confrontos para ajudar, como Conde Dooku, Luke Skywalker e até Darth Vader, estes no entanto não são jogáveis. As batalhas são muito bem recriadas trazendo como principal modo o “Conquest”, onde o time deve conquistar diversos pontos no mapa para garantir sua dominância. O jogo ainda recebeu uma continuação, que permitia até controlar personagens Jedi. Uma nova versão será lançada ainda este ano, atualmente em desenvolvimento pela DICE, a mesma desenvolvedora por trás da série Battlefield.

Star Wars: Knights of the Old Republic (2003)

sgp_starwars_melhores_int3

Desenvolvido pela BioWare, Star Wars: Knights of the Old Republic é definitivamente um dos jogos mais aclamados da empresa. Ela faz um trabalho excepcional e coloca jogadores na pele de um Jedi em treinamento, em uma história que se passa 4 mil anos antes do Império Galático. Assim como outros jogos da desenvolvedora, o que vemos aqui é um ótimo desenvolvimento dos personagens que compõem a party do jogador, além de uma história muito bem contada. O gameplay segue o estilo clássico de RPGs, em que o jogador “assiste” os ataques do personagem e deve ir selecionando skills para utilizar. O jogo ainda aproveita muito bem seu material de inspiração, levando jogadores a planetas icônicos como Tatooine e outros. Durante sua jornada, o personagem encontra cristais para criar sabres de luz de cores e formas diferentes. Uma continuação para Star Wars: Knights of the Old Republic ainda foi lançada, também muito bem aclamada pelos fãs.

Star Wars Jedi Knight: Jedi Academy (2003)

sgp_starwars_melhores_int2

A série Jedi Knight obteve sucesso antes ainda de Jedi Academy, porém foi aqui que tudo foi elevado. Neste jogo de ação, o jogador assume o controle de um Jedi padawan, um promissor aluno tutelado por Kyle Katarn na nova academia criada por Luke Skywalker, que inclusive faz diversas aparições no jogo. O game se passa após os eventos de Star Wars: Episódio VI, após a derrota do império. Neste ponto, cabe a Luke reestabelecer a ordem Jedi. O foco em Jedi Academy é a batalha com sabres de luz e uso da força, o que torna o game bem empolgante. Além de contar com uma ótima história, o jogo traz diversos poderes da força e customizações de sabres de luz, incluindo sabre duplo, ou até dois sabres, um em cada mão. Como não poderia faltar em um jogo de Star Wars, há exploração de diversos planetas diferentes, garantindo assim a diversificação dos cenários. Existe ainda a possibilidade de escolher um “caminho” ao longo da história, permitindo ao jogador se aventurar pelo lado negro da Força, ou permanecer como um membro da luz.

Star Wars: Rogue Squadron (1998)

sgp_starwars_melhores_int1

Os clássicos Star Wars: X-Wing e Star Wars: TIE Fighter poderiam muito bem estar nesta lista, já que são um dos melhores jogos de tiro da franquia, contando com uma complexidade impressionante para a época. Porém, nossa opção por Rogue Squadron tem boas justificativas. O game de tiro lançado no PC e Nintendo 64 é muito mais focado na ação do que na simulação, contando com diferentes naves (X-Wing, A-Wing, Y-Wing e V-Wing), cada uma com manuseio diferenciado, mas com controles de fácil e rápido aprendizado. Porém, o principal motivo da nossa escolha por Rogue Squadron é pelo tanto que o jogo se empenha em agradar os fãs de Star Wars. Os cenários são muito bem conhecidos, as batalhas reproduzem cenas clássicas da série, além de detalhes memoráveis, como a Millennium Falcon aparecendo no meio de uma missão. Rogue Squadron é definitivamente um dos melhores jogos da franquia Star Wars e merece muito um espaço na sua coleção.

A SuperGamePlay é uma revista digital especializada em entretenimento eletrônico. Nossa equipe é fanática por games e trazemos conteúdo diário e em primeira mão, através de notícias, reportagens e opinião, não só dos jogos, mas também de seus talentosos criadores.