Irrational Games, desenvolvedora de Bioshock Infinite está fechando

18 de fevereiro de 2014

Triste notícia para a indústria dos games hoje. Uma das mais influentes desenvolvedoras dos últimos anos está “fechando as portas” de acordo com comunicado de seu presidente, Ken Levine. A Irrational Games, criadora de BioShock, BioShock Infinite e System Shock 2, está demitindo a maioria da equipe para se concentrar em outros projetos e mudar o foco interno.

Ken Levine ainda informa: “Embora eu esteja profundamente satisfeito com o que conquistamos juntos, minha paixão passou a ser em criar um tipo diferente de game, como que fizemos anteriormente. Para vencer os desafios a frente, eu preciso focar minhas energias em uma equipe menor e um contato mais próximo com os jogadores. De muitas formas, será um retorno a forma como começamos: um pequeno time, fazendo jogos para um núcleo de jogadores entusiastas”.

A nova empreitada, continuará debaixo da holding Take-Two Interactive e Ken Levine está levando apenas os 15 principais funcionários da Irrational Games. A empresa chegou a ter mais de 200 durante o desenvolvimento de BioShock Infinite. O intuito é “desenvolver games voltados para a narrativa e que tenham vida longa. Para isso iremos focar em games exclusivamente digitais (para download) que possa nos aproximar dos fãs”, completou o executivo.

O primeiro game da Irrational foi System Shock 2 em 1999 e desde então a empresa redefiniu o gênero de tiro em primeira pessoa com BioShock em 2007 e mais recentemente BioShock Infinite em 2013, que está em quase todas as nossas listas de melhores do ano. O último trabalho da equipe, foi o segundo capítulo de Burial at Sea, DLC de Bioshock Infinite que chega no dia 25 de Março.

Co-fundador e editor da SuperGamePlay. Fanático por games, já quebrou diversos controles jogando Decatlhon no Atari e passou incontáveis horas soprando cartuchos de Super Nintendo. Hoje passa o tempo livre em meio a centenas de jogos, dos mais variados estilos e plataformas.