Dishonored 2 tem problemas de performance no PC; Bethesda mostra possíveis soluções

10 de novembro de 2016

De acordo com inúmeros relatos de jogadores no Reddit e no Steam, Dishonored 2 tem sofrido com problemas de performance no PC, que incluem baixa taxa de frames por segundo e muita variação na performance, mesmo em máquinas poderosas. Hoje no final da tarde, a desenvolvedora Arkane Studios disse no Twitter que estava investigando os problemas e a Bethesda liberou uma série de dicas para ajudar jogadores com os problemas de performance.

Primeiramente jogadores devem confirmar se o hardware atende as necessidades mínimas do jogo, que podem ser vistas no site oficial. Se o hardware estiver de acordo com os requerimentos recomendados, jogadores são encorajados a configurar todas as opções gráficas na qualidade Alta/High para uma experiência em 60fps mais consistente. Em PC’s que estão bem acima destas configurações a Bethesda diz que é recomendado jogar no Ultra.

O primeiro passo para tentar melhorar a performance é reduzir a resolução. De acordo com a Bethesda, somente jogadores utilizando placas de vídeo poderosas como a GTX 1070 ou 1080 devem tentar rodar o jogo em 1440p. Outros devem tentar resolução 1080p ou inferior com a sincronização vertical habilitada, para evitar flutuação na taxa de frames. Caso a performance continuar abaixo dos 30 fps, é recomendado reduzir a Resolução Dinâmica para valores entre 50 e 75%.

Se mesmo assim o problema persistir, a Bethesda recomenda tentar rodar o jogo com as configurações automáticas que são ativadas na instalação e garantir que os drivers de vídeos estão atualizados. Aqueles com placas Nvidia devem estar com o driver versão 375.50 e para a AMD a versão correta é 10.16.2. A Bethesda ainda não confirmou se irá lançar algum patch de correção caso jogadores ainda continuarem com problemas. Dishonored 2 foi liberado hoje para aqueles que fizeram a pré-venda e chega oficialmente amanhã, dia 11 de Novembro para o PlayStation 4, Xbox One e PC.

Co-fundador e editor da SuperGamePlay. Fanático por games, já quebrou diversos controles jogando Decatlhon no Atari e passou incontáveis horas soprando cartuchos de Super Nintendo. Hoje passa o tempo livre em meio a centenas de jogos, dos mais variados estilos e plataformas.