SuperGuia: Transmitindo jogos do PC ao vivo pelo Twitch – Parte 1

24 de maio de 2014

Atualização – 24/Setembro/15

Nosso guia foi atualizado com telas da nova versão do OBS e também novas informações para aqueles que possam ter problemas de tela preta na hora de iniciar a transmissão. Atualizamos também os números recomendados da taxa de bits para se adequar melhor a realidade da internet brasileira e aos novos servidores do Twitch. Não deixe de ler também os inúmeros comentários da nossa comunidade logo abaixo, que podem te ajudar a solucionar problemas e dúvidas comuns durante transmissões ao vivo. A parte dois do guia ficará pronta em breve e irá incluir algumas opções mais avançadas (como o uso de webcam), mas esta não é necessária para que você possa começar a transmitir jogos ao vivo.

Guia Original – 24/Maio/2014

A popularidade da transmissão ao vivo de jogos hoje em dia é enorme. Serviços como o Twitch, já estão integrados ao Playstation 4 e Xbox One e jogadores podem fazer gameplay ao vivo apenas apertando um botão no controle. Porém, a coisa não é tão simples no nosso querido PC, mas a SuperGamePlay está aqui para te ajudar a começar a transmitir suas façanhas nos jogos, ao vivo, para todo o mundo.

Iremos dividir este SuperGuia em duas partes. Nesta primeira mostraremos a forma mais simples e rápida de começar a transmitir pelo Twitch, utilizando o aplicativo grátis, Open Broadcaster Software. Na segunda parte, iremos mergulhar um pouco mais nas opções avançadas do OBS para que você possa aprimorar e embelezar ainda mais suas transmissões (como a inclusão de webcam), para melhor interação com o público.

Antes de mais nada, você vai precisar das seguintes ferramentas:

  • Um computador decente – Jogar e transmitir ao mesmo tempo utiliza muitos recursos do seu CPU, placa de vídeo e memória, por isso é recomendado que você tenha uma configuração razoável, que inclua pelo menos um Intel Core i5, 8 GBs de memória e que sua placa de vídeo consiga rodar jogos tranquilamente. É possível realizar transmissões em computadores menos potentes, mas a qualidade da transmissão irá sofrer bastante e você terá vídeos picados e/ou lentos.
  • Uma conexão decente com a internet – A regra é simples, quanto mais qualidade você desejar, mais banda de upload é necessária. Você pode testar sua internet em sites como o SpeedTest e verificar seu upload. Abaixo você confere uma tabela prática para entender a necessidade de banda, baseado em recomendações do Twitch:
    Seu Upload Configuração da Taxa de bits (kb/s) Qualidade Possível
    4,0 Mbits ou mais 3500 1080p (Full-HD)
    2,0 a 3,9 Mbits 1500 a 3000 720p (HD)
    1,0 Mbits a 1,9 Mbits 700 a 1400 480p
    Menor que 1,0 Mbits não recomendado N/A
  • Uma conta no Twitch – Esta parte é fácil, basta acessar o twitch.tv e criar sua conta. Aproveite e se inscreva no nosso canal para acompanhar nossas transmissões semanais. Lembre que o seu nome de usuário será o nome do seu canal, então escolha um nome que seja fácil do pessoal te encontrar e acompanhar.
  • O aplicativo Open Broadcaster Software – O OBS (atualmente na versão 0.655 beta) é grátis e pode ser baixado no site oficial do projeto. Existem diversos outros aplicativos interessantes para fazer transmissões, inclusive algumas placas de vídeo até vem com software para isso. Mas o OBS, além de recomendado pelo próprio Twitch, também foi o que mais nos agradou em termos de performance e facilidade de uso, durante nossos testes.
  • (RECOMENDADO) Microfone e Webcam – Simplesmente transmitir sua jogatina, sem nenhum comentário ou interação direta com o público, foge completamente do propósito das transmissões ao vivo, então recomendamos que você tenha pelo menos um microfone de boa qualidade para que possa interagir com o público. A webcam é opcional, mas adiciona ainda mais proximidade com quem está assistindo e iremos detalhar como utilizá-la em conjunto com a transmissão, na parte 2.
  • (OPCIONAL) Um segundo monitor ou tela – Utilizar uma tela exclusiva para jogar e outra para acompanhar as conversas no seu canal do Twitch (e também a performance do OBS) facilita muito as coisas. Mas claro que o investimento em um segundo monitor não é algo simples. Também é possível acompanhar o canal através de outros dispositivos como tablets.

Com tudo isso em mente, vamos ao passo a passo de como configurar sua transmissão:

1) Faça o download e instale o Open Broadcaster Software. Iremos assumir que você possui os 8 GBs de memória recomendados e está utilizando um sistema operacional 64 bits, por isto inicie a versão 64 bits do aplicativo.

2) Na tela inicial do mesmo acesse a área de Definições (Settings).

sgp_twitch_guia_img1_update_v2

3) Na seção Geral (General), altere a língua para Português se desejar e reinicie o aplicativo.

sgp_twitch_guia_img2_update

4) Na seção Codificação (Encoding), marque a opção “Usar CBR” e “Ativar preenchimento CBR” e defina uma “Taxa de Bits Máxima” para valores próximos do que listamos na tabela acima. Para este exemplo, iremos utilizar 1500, que vai nos dar uma razoável transmissão em HD. A codificação de áudio pode ser configurada como está na imagem abaixo, porém, caso queria uma pequena folga na banda, reduza a “Taxa de Bits” para 96, não menos que isto.

sgp_twitch_guia_img3_update

5) Na seção Definições de Transmissão (Broadcast Settings), escolha Modo: “Transmissão ao Vivo”; Serviço: “Twitch” e o servidor mais próximo de você. No caso do Brasil, existem opções no Rio de Janeiro e São Paulo. Para o campo Caminho do Jogo/Chave de Transmissão é necessário que você acesse o site do Twitch com seu usuário e vá até este link para gerar a chave. Cada usuário possui uma chave única, por isso se for transmitir com usuários diferentes, é necessário alterar este campo. Marque a opção para “Autor-Reconectar” e defina o “Auto-Reconnect” Timeout em 10 segundos.

sgp_twitch_guia_img4_update

Aqui também é possível definir se você deseja gravar em disco as transmissões. Esta opção é útil, caso queira salvar e editar o vídeo no futuro. Para isto marque a opção “Automatically save stream to file” e escolha o diretório e nome de arquivo para armazenamento. Vale lembra que gravar o que está sendo transmitido ao vivo em disco utiliza muitos recursos do CPU e do HD o que pode prejudicar não só seu jogo como a qualidade da transmissão em si.

6) Na seção Vídeo, escolha sua placa de vídeo corretamente na opção “Adaptador de Vídeo” e na área resolução base, defina a resolução que você tem costume de jogar (Ex: 1280×720, 1600×900 1920×1080). Vale lembrar que valores que não tenham o “Aspect Ratio” 16:9 não são recomendadas pelo Twitch, por isto se você utiliza uma resolução do tipo 1366×768 (comum em telas de notebook), altere para algo próximo, como 1280×720 nesta configuração. Na área “Diminuir resolução”, você vai definir qual o tamanho do vídeo que será enviado ao Twitch. Este valor está ligado a taxa de bits e a tabela que mostramos anteriormente. No caso deste guia, definimos a taxa de bits em 1500 por isso, a melhor resolução para trabalhar seria 1280×720 ou seja, 720p. Recomendamos que mantenha o filtro em “Bilinear” e o FPS em 30.

sgp_twitch_guia_img5_update_v2

7) Na seção Áudio, selecione corretamente sua saída de áudio padrão e o microfone. Caso for transmitir sem comentários, selecione “Desativar” na área de Microfone/Dispositivos de áudio auxiliar. Na seção Hotkeys também é possível definir um tecla de atalho para desativar ou ativar o microfone durante a transmissão.

sgp_twitch_guia_img6_update

8) Na seção Avançadas, iremos configurar da forma como é recomendado pelo próprio Twitch. Não iremos entrar muito em detalhes desta seção, já que foge do propósito deste guia prático.

sgp_twitch_guia_img7_update

9) Salve todas as configurações clicando em OK e está na hora de iniciarmos a transmissão em si. O OBS funciona utilizando Camadas ou Cenas, uma transmissão pode conter várias camadas (por exemplo, o jogo no fundo, com uma imagem da sua webcam no canto). Para esta primeira parte do guia, iremos usar somente uma cena (o jogo em si). Clique com o botão direito no campo “Cenas”, e adicione uma cena com o nome que desejar.

sgp_superguia_twitch_pc1_6

10) Neste momento é interessante iniciar o jogo que você irá transmitir e deixá-lo rodando em plano de fundo, enquanto você termina a configuração. Cada cena, terá sua fonte específica. Para isto, clique com o botão direito em “Fontes” e adicione o tipo “Captura de Jogo” e dê o nome que desejar. Feito isto, uma nova janela de configuração irá se abrir, aonde será possível selecionar a “Aplicação” que deseja transmitir. Neste nosso guia, estaremos transmitindo Titanfall (como na imagem abaixo). Marque a opção “Esticar a imagem na tela” para que a sua transmissão ocupe a tela toda disponível no seu canal do Twitch. Clique em OK para concluir.

sgp_superguia_twitch_pc1_7

sgp_superguia_twitch_pc1_14

11) Por fim, basta testar se tudo está correto, clicando em “Pré-visualizar transmissão”. Se você ver a tela do jogo na área logo acima, já está pronto para transmitir. Pare a pré-visualização e clique em “Iniciar a transmissão”. O OBS pode ser minimizado e você pode voltar a tela do game e começar a jogatina. Caso encontrar problemas nesta etapa (por exemplo, o OBS só mostrar apenas um tela preta ao invés do jogo), uma solução é alterar o modo de captura para “Captura de Janela” (com as configurações padrão) e alterar o próprio jogo para rodar em modo janela.

sgp_superguia_twitch_pc1_11

IMPORTANTE: Nesta etapa muitos usuários tem dificuldades, mesmo alterando a captura para modo janela. O problema acontece devido a presença de duas placas de vídeo no seu computador, o que é comum em notebooks (exemplo: Intel HD Graphics + GeForce GT 540M). Na configuração padrão do notebook, aplicações rodam na placa mais simples (Intel HD Graphics), enquanto jogos rodam na placa mais potente. A tela preta acontece porque o OBS não consegue trabalhar em uma placa de vídeo diferente do jogo sendo transmitido, para isto é preciso alterar esta configuração no painel de controle da Nvidia ou AMD. Este link do fórum do OBS explica com detalhes o procedimento. Confira também os comentários da nossa comunidade logo abaixo com diversas recomendações para este e outros problemas comuns.

12) Um ajuste cosmético final, que faremos nesta etapa do guia, é dar nome para a sua transmissão no site do Twitch. Acesse o site com seu usuário, vá até o seu canal e clique na opção “Edit” no título. Na janela que abrir, altere o nome para algo chamativo e abaixo selecione “Playing” e digite/procure o nome do jogo que você está transmitindo. Isso fará com que o público possa encontrar sua transmissão mais facilmente. Continue ligado aqui na SuperGamePlay para a parte 2 do guia.

sgp_superguia_twitch_pc1_8

Co-fundador e editor da SuperGamePlay. Fanático por games, já quebrou diversos controles jogando Decatlhon no Atari e passou incontáveis horas soprando cartuchos de Super Nintendo. Hoje passa o tempo livre em meio a centenas de jogos, dos mais variados estilos e plataformas.