Os Melhores Jogos de 2016 da SuperGamePlay: #10 – Dishonored 2

21 de dezembro de 2016

Fala galera, sejam muito bem vindos aos Melhores Jogos do Ano da SuperGamePlay – Edição 2016. Se tem uma coisa que adoramos fazer todo ano, é esta singela lista com os dez games que mais nos divertiram, empolgaram e mexeram com nossos sentidos e corações no ano. Aqui você vai poder conferir nosso TOP10 sem distinção de plataforma ou gênero, desta forma podemos dar mais espaço para conversarmos sobre aqueles jogos que realmente merecem. Queremos ouvir de vocês também, por isso deixem comentários logo abaixo com os seus preferidos e em 2017 continue ligado na SuperGamePlay.

#10 – Dishonored 2

Desenvolvedora: Arkane Studios
Plataforma: PC, PlayStation 4, Xbox One

Mesmo sendo bem semelhante ao jogo anterior, não há como deixar de ressaltar a qualidade de Dishonored 2, jogo desenvolvido pela Arkane Studios. Melhorando em todos os sentidos do primeiro, o jogo acerta em cheio no que promete: liberdade total para você jogar do seu jeito. Pode parecer apenas uma frase de efeito dos desenvolvedores, mas é verdadeira. As possibilidades existentes são todas válidas e cabe ao jogador decidir como jogar, seja de modo furtivo, não-furtivo, letal ou não-letal, nada aqui é errado e tudo parece incrivelmente natural, independente da forma.

O uso de poderes volta em ótima forma com poderes novos pela nova protagonista, Emily Kaldwin. A sensação de poder em suas mãos é inevitável a medida que se avança no game, e a possibilidade de usar a criatividade é um dos pontos altos. Como se não bastasse o gameplay aperfeiçoado e prazeroso de se jogar, a história melhora dando mais impacto e importância aos assassinatos. Para cada alvo há uma explicação dos motivos por trás do envolvimento da pessoa na história, e como o mundo será melhor sem sua existência. Fora tudo mencionado até aqui, outro elemento lapida de vez o lugar de Dishonored 2 em nossa lista dos melhores do ano: o uso do equipamento Altercronus, um dos itens mais geniais que já pude usar em um jogo.

Nossa análise resume bem o que é o game: “Não consigo deixar de louvar Dishonored 2, jogo que melhora todos os pontos de seu antecessor, e que para minha surpresa oferece uma história com mesma estrutura, mas ainda nova e perfeitamente coerente com o universo do game. O gameplay é o ponto alto aqui, oferecendo total liberdade para o jogador impor a sua própria forma de jogar, seja furtivo, letal, não letal, todas as abordagens são possíveis e válidas, sem que algo pareça estar errado. Os inimigos são certamente mais inteligentes, levando à necessidade de criatividade e improvisação no uso dos poderes, o que nos faz sentir poderosos e capazes de qualquer coisa. O uso do equipamento Altercronus é uma das coisas mais geniais que já vi em um jogo, mesmo que seja por tão pouco tempo. O visual do jogo é belíssimo e cheio de detalhes nos cenários, conseguindo ainda manter aquela essência do primeiro game.”

| Próximo >

A SuperGamePlay é uma revista digital especializada em entretenimento eletrônico. Nossa equipe é fanática por games e trazemos conteúdo diário e em primeira mão, através de notícias, reportagens e opinião, não só dos jogos, mas também de seus talentosos criadores.