Governo Boliviano faz reclamação formal contra Ghost Recon: Wildlands

3 de março de 2017

O governo da Bolívia fez hoje uma reclamação formal para a embaixada Francesa sobre o game Tom Clancy’s Ghost Recon: Wildlands da Ubisoft. Na nota, Carlos Romero, Ministro do Interior, disse que o game apresenta injustamente o país sobre o controle de um cartel de drogas. No universo de Wildlands, um poderoso cartel Mexicano invade o país e o transforma num grande contrabandista de drogas, mantendo o controle do governo e da população.

O jogo retrata a Bolívia como uma das maiores produtoras de folha de coca do mundo e que se torna a maior fornecedora de cocaína. Em comunicado, a Ubisoft reforça que o jogo é uma obra de ficção, mas aparentemente isso não foi suficiente para a Bolívia. “Nós temos poder de entrar com ação judicial, mas primeiro preferimos seguir a rota mais diplomática”, disse Carlos Romero. No seu comunicado principal, a Ubisoft reafima seu direito de criar obras fictícias:

“Tom Clancy’s Ghost Recon Wildlands é uma obra de ficção semelhante a filmes e shows de TV. Assim como todos os jogos de Tom Clancy da Ubisoft, o game se passa em um universo moderno inspirado pela realidade, mas os personagens, localidades e histórias são todas fantasias criadas para fins de entretenimento. A Bolivia foi escolhida como plano de fundo do jogo baseada em sua cultura rica e paisagens belíssimas. Enquanto a premissa do jogo imagina uma realidade diferente da existente na Bolívia hoje, nós temos esperança que o mundo de Wildlands chegue próximo de representar a beleza topográfica do país, e que jogadores gostem de explorar esta paisagem diversa e aberta que criamos”.

Ghost Recon: Wildlands chega no dia 7 de Março para o PlayStation 4, Xbox One e PC. Você pode conferir a cobertura completa do game aqui na SuperGamePlay e continue ligado para mais novidades sobre o assunto.

Co-fundador e editor da SuperGamePlay. Fanático por games, já quebrou diversos controles jogando Decatlhon no Atari e passou incontáveis horas soprando cartuchos de Super Nintendo. Hoje passa o tempo livre em meio a centenas de jogos, dos mais variados estilos e plataformas.